O cinema LGBTQ+: representações e distorções

CURSO MINISTRADO POR: Franthiesco Ballerini

VAGAS: 35

CARGA HORÁRIA: 8h

DIAS DO CURSO: 09, 16, 23 e 30/10/2019 - das 20h às 22h

 

Este curso vai trazer os filmes e diretores mais importantes que discutiram os direitos, os dilemas e as perspectivas sociais LGBTQ+ em diversos lugares do mundo.

Nº de pessoas:

-

+

Limpar

R$ 350,00

Ementa do Curso

Mais do que o jornalismo ou a televisão, o cinema foi capaz de introduzir discussões e representações poderosas e memoráveis sobre os direitos LGBTQ+. Este curso vai trazer os filmes e diretores mais importantes que discutiram os direitos, os dilemas e as perspectivas sociais em diversos lugares do mundo. Mais ainda, o curso vai abordar a construção dos personagens e as linhas narrativas que contribuíram para a representações e distorções deste universo.

Encontro 1 – Hollywood

Como funciona a aprovação de temas e roteiros que contém assuntos e personagens LGBTQ+? Esta aula vai apresentar o contexto histórico e os procedimentos que os estúdios adotam para aprovar obras com forte potencial de polêmica ou rejeição para o grande público norte-americano e mundial, usando como base os filmes Milk: a voz da igualdade (2008), de estúdio, e Shortbus (2008), filme independente de John Cameron Mitchell.

Encontro 2 – Europa

Os cinema europeu soube explorar temáticas do universo LGBTQ+ sem algumas das amarras narrativas e imagéticas dos estúdios de Hollywood. Esta aula vai mostrar a construção de personagens do filme francês Azul é a cor mais quente (2013), de Abdellatif Kechiche; do filme espanhol A lei do desejo (1988), de Pedro Almodóvar; e do filme italiano Teorema (1968), de Pier Paolo Pasolini.

Encontro 3 – Ásia

O continente asiático possui diretores que enfrentaram o conservadorismo social e até a censura para abordar os conflitos da comunidade LGBTQ+ em filmes que ganharam diversos festivais no mundo. Esta aula vai analisar o legado de obras como Além da fronteira (1912), do israelense Michael Mayer; Perdido no Paraíso (2011), do vietnamita Vu Ngoc Dang; e Felizes juntos (1998), do diretor de Hong-Kong, Wong Kar Wai.

Encontro 4 – América Latina

O Brasil e seus vizinhos latino-americanos, em especial a Argentina, produziram obras que colocaram na pauta os direitos LGBTQ+, ganhando visibilidade internacional. Esta aula vai analisar os temas, conflitos e personagens de filmes como Cuatro lunas (2014), do mexicano Sergio Tovar Velarde; XXY (2007), de Lucia Puenzo; e os brasileiros Divinas divas (2012), de Leandra Leal e Madame Satã (2002), de Karim Ainouz.

 

 

 

Ministrado por

Franthiesco Ballerini

Jornalista e doutorando em Comunicação Midiática, Processos e Práticas Socioculturais, com especialização em audiovisual e jornalismo cultural. Trabalhou no jornal ‘O Estado de S.Paulo’, colaborou para revistas especializadas como ‘Cult’ e ‘Bravo!’, foi colunista cultural da Rádio Eldorado e colunista de cinema para a TV Gazeta. Atualmente, é colunista de jornalismo cultural no Observatório da … Continue lendo “Franthiesco Ballerini”

Aulas

AULA 1
Data: 09/10/2019
Horário: das 20h às 22h

____________________________________

AULA 2
Data: 16/10/2019
Horário: das 20h às 22h

_____________________________________

AULA 3
Data: 23/10/2019
Horário: das 20h às 22h

_____________________________________

AULA 3
Data: 30/10/2019
Horário: das 20h às 22h