De distopias críticas a futuros possíveis: imaginação e literatura

CURSO MINISTRADO POR: Ana Rüsche

VAGAS: Fora

CARGA HORÁRIA: 10 horas

DIAS DO CURSO: 23 e 30/04; 7, 14 e 21/05, das 20h às 22h

 

Retratos da utopia e da distopia na literatura desde as obras inaugurais até livros que dialogam com pesadelos totalitários, com Ana Rüsche

R$ 170,00

Sem estoque no momento!
Avisa-me quando voltar ao estoque.

Avisa-me

Núcleo

Altos Estudos

Ementa do Curso

O curso pretende comentar retratos da utopia e da distopia na literatura — desde as obras inaugurais, como Utopia de Morus e Viagens de Gulliver de Swift, até livros que dialogam com pesadelos totalitários, como Fahrenheit 451 de Ray Bradbury e 1984 de George Orwell. Também serão discutidas obras escritas a partir de outras demandas sociais como Kindred de Octavia Butler e O conto da Aia de Margaret Atwood. Ainda serão abordadas as questões utópicas e ecológicas nas obras de Jeff Vandermeer, Kim Stanley Robinson e Ursula Le Guin que contaminam a ficção no século 21.

1º encontro: de Thomas Morus às distopias críticas

Apresentação do curso. Aspectos teóricos. A invenção do termo utopia por Thomas Morus, cujos sentidos políticos e literários ressoam até os dias de hoje. A quimera de Olaf Stapledon e os limites da imaginação. As proposições de Fredric Jameson em suas arqueologias do futuro. As funções das distopias críticas segundo Raffaella Baccolini e Tom Moylan.

CEVASCO, Maria Elisa. “Como pensar a mudança hoje?”. Revista Fantástika 451, #1, verão 2018, p. 9-15. In https://bit.ly/3amZ7uu.

JAMESON, Fredric. Archaeologies of the future: the desire called utopia and other science fictions. Londres: Verso, 2005.

MOYLAN, Tom. Distopia: fragmentos de um céu límpido. Maceió: Edufal, 2016

2º encontro: Utopias e fracassos imaginativos

Dizem que as melhores utopias são as que largamente fracassam. Examinando duas narrativas clássicas: Viagens de Gulliver de Jonathan Swift (1726) e Os despossuídos de Ursula Le Guin (1974).

LE GUIN, Ursula. Os despossuídos. São Paulo: Aleph, 2017.

RÜSCHE, Ana. “Pasárgada, me leva que vou com você”. Suplemento de Pernambuco, fev. de 2020. In https://bit.ly/3bx0qr0.

SWIFT, Jonathan. Viagens de Gulliver. São Paulo, Penguin Companhia das Letras, 2010.

3º encontro: Construções distópicas ante o totalitarismo

O outro lado da moeda: algumas das obras que consolidam um modo terrível de imaginar o mundo a partir da ascensão do totalitarismo. Nós de Yevgeny Zamyatin (1920), Admirável Novo Mundo de Aldous Huxley (1932), Laranja Mecânica de Anthony Burgess (1962) e Parábola do Semeador de Octavia Butler (1993). Análise de dois livros: 1984 de George Orwell (1949) e Fahrenheit 451 de Ray Bradbury (1953).

BRADBURY, Ray. Fahrenheit 451. Rio de Janeiro: Editora Globo, 2003

ORWELL, George. 1984. São Paulo: Companhia das Letras, 2019.

4º encontro: Mudam-se os tempos, mudam-se as vontades

Na América do Norte, as lutas por direitos civis e o feminismo irão contaminar a literatura, cujo impacto pode ser sentido com duas obras seminais: Kindred (1979) de Octavia Butler e O conto da Aia de Margaret Atwood (1985). No encontro, ainda será comentado o conto Eles herdarão a Terra de Dinah Silveira de Queiroz (1960).

ATWOOD, Margaret. O conto da aia. Rio de Janeiro: Rocco, 2017.

BUTLER, Octavia. Kindred, laços de sangue. São Paulo: Morro Branco, 2017.

QUEIROZ, Dinah Silveira. Eles herdarão a Terra. São Paulo: Plutão, 2019.

RÜSCHE, Ana. “O ano da Aia”. Suplemento de Pernambuco, Dez. 2017. In
https://www.suplementopernambuco.com.br/images/pdf/PE_142_web.pdf

5º encontro: A questão ecológica e futuros possíveis

O tema ecológico e o exaurimento de recursos naturais chegam à literatura do século 21. Afrofuturismo, weird fiction, solarpunk e outras tendências. Análise do romance Aniquilação de Jeff Vandermeer (2014) e Nova York 2140 de Kim Stanley Robinson (2017).

FREITAS, Kênia e MESSIAS, José. “O futuro será negro ou não será: Afrofuturismo versus Afropessimismo — as distopias do presente”. Revista da Asociación Argentina de Estudios sobre Cine y Audiovisual, n. 17, 2018. In https://doi.org/10.26512/dasquestoes.v6i6.18706.

VANDERMEER, Jeff. Aniquilação. Rio de Janeiro: Intrínseca, 2014.

ROBINSON, Kim Stanley. Nova York 2140. São Paulo: Planeta, 2019.

Aspectos técnicos
O curso será transmitido pela plataforma Google Meet. Antes de cada aula, os alunos receberão um email com um link para acessar a videoconferência. Para acessar a plataforma pelo desktop, basta clicar no link. Para acessar pelo smartphone, é preciso baixar o aplicativo do Meet. Todas as aulas são gravadas e enviadas por e-mail para a turma no mesmo dia.

Ministrado por

Ana Rüsche

É doutora em Letras pela FFLCH-USP com a tese “Utopia, feminismo e resignação em The left Hand of Darkness (de Ursula Le Guin) e The Handmaid’s Tale (de Margaret Atwood)”, que discute estes gêneros literários. É formada em Letras e também em Direito pela Universidade de São Paulo (USP), sendo mestre em Direito Internacional. Produziu … Continue lendo “Ana Rüsche”

Aulas

AULA 1
Data: 23/04/2020
Horário: das 20h às 22h

____________________________________

AULA 2
Data: 30/04/2020
Horário: das 20h às 22h

_____________________________________

AULA 3
Data: 7/05/2020
Horário: das 20h às 22h

____________________________________

AULA 4
Data: 14/05/2020
Horário: das 20h às 22h

____________________________________

AULA 5
Data: 21/05/2020
Horário: das 20h às 22h