CULT #251 | NOVEMBRO 2019

EDIÇÃO: 251

PÁGINAS: 52

 

Especialistas discutem as condições, os impasses e saídas no exercício da parentalidade em nossa época. Mais: entrevista com o escritor, educador e líder indígena Ailton Krenak, colunas e sugestões de leitura

Quantidade:

-

+

R$ 18,50

Detalhes da Edição

BIANCA SANTANA
Onde está a esquerda nos atos contra o genocídio do povo negro?

MARCIA TIBURI
O sexo como fator de mistificação na guerra contra o gênero

PATRICK MARIANO
Por que as crises e a contradição brasileira tendem a se agravar cada vez mais

ENTREVISTA
Aos 66 anos, o escritor, filósofo, educador e líder indígena Ailton Krenak segue resistindo

DOSSIÊ
PARENTALIDADE E VULNERABILIDADES

– Apresentação, por Vera Iaconelli
– Reflexões sobre a parentalidade negra, por Daniela Roberta Antônio Rosa
– Os pais chegam antes, por Thais Garrafa
– Quando não há aldeia para criar uma criança, por Roberta Kehdy
– Sangue não é água, convivência também não, por Daniela Teperman

ESTANTE 

– Os novos escritos de Patti Smith e a vingança dos animais no romance de Olga Tokarczuk
– Maya Angelou, Luiz Antonio Simas, Roudinesco e lançamentos infantojuvenis

WILSON GOMES

Quais são as minorias que elegeram e sustentam Bolsonaro

Ficha Técnica

ISSN: 1414707-6
Edição: 251
Data: Novembro 2019
Páginas: 52
A Revista CULT é uma publicação mensal da Editora Bregantini