A política da “mãe”

CURSO MINISTRADO POR: Marília Moschkovich

VAGAS: 68

CARGA HORÁRIA: 8h

DIAS DO CURSO: 15, 16, 17 e 18/11/2021 - 18h

 

Este mini-curso apresenta uma reflexão teórica crítica ao papel da categoria “mãe” na estrutura social, e as tensões e relações políticas que envolvem essa construção.

Nº de pessoas:

-

+

Limpar

R$ 300,00

Ementa do Curso

Que características uma pessoa deve ter para ser enquadrada na categoria “mãe”, e assim reconhecida? Basta parir? A definição jurídica de uma adoção é suficiente? Podemos dizer, como propõe a psicanalista Thais Garrafa, que toda maternidade é adotiva de alguma maneira? Que relações sociais, raciais, de gênero e políticas estão implicadas nessa palavra que nos move e comove? Essas são apenas algumas das perguntas das quais este mini-curso parte, em busca de consolidar algumas reflexões teóricas sobre a categoria “mãe”, feitas a partir principalmente da sociologia, da antropologia, da filosofia e da psicanálise.

Este mini-curso traz 4 aulas seminais para apresentar uma reflexão teórica crítica ao papel da categoria “mãe” na estrutura social, e as tensões e relações políticas que envolvem essa construção. Cada aula é uma curta conferência de duração de 40 a 50 minutos, seguida de espaço para debate e perguntas. Há uma indicação de leitura para cada aula como forma de material de apoio – para acompanhar a aula não é necessário ter lido inteiramente cada texto, embora a leitura efetivamente permita diálogos mais profundos entre a turma.

AULA 1 – Alguns conceitos fundamentais: da “mãe” ao “matriarcado”

  • “Gênero” e “parentesco” como organizadores da vida social
  • O conceito de patriarcado e seus limites
  • A utopia do matriarcado é possível? Seria de fato uma utopia?
  • Quais as implicações políticas em se pensar a categoria “mãe” e as relações de maternidade a partir desses diferentes quadros teóricos?
Leitura de apoio: RUBIN, Gayle. Tráfico de mulheres: notas para uma economia política do sexo. in: RUBIN, Gayle. Políticas do Sexo. São Paulo, Ubu, 2018.

AULA 2 – Laranjas mecânicas: a “mãe” como um discurso sobre a natureza

  • “Mãe” como um discurso sobre a natureza
  • Tecnologias reprodutivas biológicas e sociais e seu efeito no entendimento da categoria “mãe” e das relações de maternidade, maternagem e família
  • Corpo e discurso em um sistema de gênero e um sistema de parentesco específicos
MOSCHKOVICH, Marilia. Sobre laranjas mecânicas, feminismo e psicanálise: natureza e cultura na dialética da alienação voluntária. In: Iaconelli, Vera; Garrafa,Thais; Teperman, Daniela. (Org.). Psicanálise e Parentalidade – Volume I. 1ed.Belo Horizonte: Autêntica, 202

AULA 3 – Lesbianismo, bissexualidade, transgeneridade e a crítica à categoria “mãe”

  • Maternagem ou trabalho de cuidado?
  • A psicanálise e sua teoria de sexuação em xeque a partir dos estudos feministas
  • A interseção gênero/sexualidade/mulher como base para tensionar a categoria “mãe” e sua função social
BUTLER, Judith. O parentesco é sempre tido como heterossexual? Cadernos Pagu, n. 21, p. 219–260, 2003. doi:10.1590/S0104-83332003000200010.

AULA 4 – “Mãe” como construção racial e racista da branquitude

  • Relações coloniais e estrutura familiar: o mito da família patriarcal brasileira
  • Sistemas de parentesco e sua relação com o Estado na construção racial e racista
  • Relações raciais e étnicas e sentidos da categoria “mãe” e de relações de “maternagem”.

CORRÊA, Mariza. Repensando a família patriarcal brasileira. Cadernos de pesquisa: revista de estudos e pesquisa em educação, Mai/81, p. 5–16, 1981. Disponível em: <http://publicacoes.fcc.org.br/ojs/index.php/cp/article/view/1590>. Acesso em: 8 ago. 2018.

Aspectos técnicos

As aulas serão transmitidas pelo Google Meet. As instruções para o acesso serão enviadas por e-mail dois dias antes do início do curso. Se você se inscrever nos últimos momentos, receberá essas instruções no dia da primeira aula.

Nossas aulas são transmitidas ao vivo, mas são também gravadas e podem ser assistidas posteriormente. Os links dos vídeos ficam ativos por 30 dias corridos a partir do fim do curso. Oferecemos certificado apenas para quem tiver 75% de presença nas aulas ao vivo.

Para mais informações: [email protected]

 

Ministrado por

Marília Moschkovich

Socióloga, mestra e doutora em educação (na linha de pesquisa Educação e Ciências Sociais) pela Unicamp. Atualmente é pesquisadora colaboradora do Núcleo de Estudos sobre Marcadores Sociais da Diferença (NUMAS/USP) e docente colaboradora do Instituto Gerar de Psicanálise. Trabalhou também no Museu de Antropologia da Universidad Nacional de Córdoba (UNC), na Argentina, e na École … Continue lendo “Marília Moschkovich”

Aulas

AULA 1
Data: 15/11/2021
Horário: das 18h às 20h

____________________________________

AULA 2
Data: 16/11/2021
Horário: das 18h às 20h

_____________________________________

AULA 3
Data: 17/11/2021
Horário: das 18h às 20h

____________________________________

AULA 4
Data: 18/11/2021
Horário: das 18h às 20h