A CONSTRUÇÃO DA PERSONAGEM FEMININA EM DEZ OBRAS (módulo 2)

CURSO MINISTRADO POR: Fabiane Secches , Juliana Cunha

VAGAS: 50

CARGA HORÁRIA: 10h

DIAS DO CURSO: 01, 08, 15, 22 e 29/06/2020 - das 20h às 22h

 

De Jane Austen, no século 18, a Olga Tokarczuk, Nobel de  Literatura de 2018, o curso propõe uma análise da construção de personagens femininas a partir da leitura de dez obras literárias e de conceitos de teoria literária, história e psicanálise.

 

Nº de pessoas:

-

+

Limpar

R$ 260,00

Ementa do Curso

O curso se propõe a fazer uma breve análise da construção de personagens femininas na literatura ocidental a partir de dez obras literárias e de alguns conceitos de teoria literária, psicanálise e história. A cada aula, teremos duas personagens diferentes reunidas por um tema em comum. Outras personagens e obras podem ser mencionadas de maneira lateral. Para participar, não é necessário ter lido previamente os textos da bibliografia. Alguns trechos selecionados, que podem enriquecer a discussão, serão enviados aos inscritos por e-mail.

A participação no Módulo 2 do curso não depende da participação do Módulo 1.

Aula 01: Personagens românticas

Elizabeth Bennet, de Orgulho e Preconceito (1813), Jane Austen

Cathy Earnshaw, de O morro dos ventos uivantes (1847), Emily Brontë

Clássicos do romance inglês do século 19, as obras apresentam protagonistas que propõem formas de ser e de sentir que se encontram em disputa ainda hoje. 

Aula 02: Personagens em formação

Josephine (Jo) March, de Mulherzinhas (1868), Louisa May Alcott

Franny Glass, de Franny & Zooey (1961), J.D. Salinger

No romance de Louisa May Alcott e nos contos de J.D. Salinger, acompanhamos a relação das personagens com suas famílias. Tanto Jo quanto Franny são confrontadas com o fim da infância e com os dilemas da vida adulta, cada uma reagindo à sua maneira.

Aula 03: Personagens órfãs

Anne Shirley-Cuthbert, de Anne de Green Gables (1908), Lucy M. Montgomery

Estella, de Grandes esperanças (1860), Charles Dickens

Nesses dois romances tão distintos entre si, as personagens Anne e Estella, ambas órfãs, são constituídas tanto por essa falta quanto pelas relações que estabelecem a partir dela. Anne se vale da imaginação, Estella se enreda na melancolia.

Aula 04: Personagens alegóricas

Til, de Til (1872), José de Alencar

Olanna, de Meio sol amarelo (2006), Chimamanda Ngozi Adichie

Mais de cem anos separam os romances de José Alencar e de Chimamanda Ngozi Adichie, mas, em ambos, encontramos protagonistas que funcionam como alegorias nacionais. Enquanto Til representa um certo Brasil, as gêmeas Olanna e Kainene atuam como dois lados de uma Nigéria dividida.  

Aula 05: Personagens contemporâneas 

Kathy, de Não me abandone jamais (2005), Kazuo Ishiguro

Janina Dusheiko, de Sobre os ossos dos mortos (2009), Olga Tokarczuk

Em dois romances importantes de suas carreiras, Kazuo Ishiguro e Olga Tokarczuk, laureados com Prêmio Nobel de Literatura em 2017 e 2018, examinam literariamente algumas das principais questões contemporâneas.

 

Ministrado por

Fabiane Secches

Psicanalista e doutoranda em Teoria Literária e Literatura Comparada pela Universidade de São Paulo. Seus textos sobre literatura, cinema e psicanálise já foram publicados nos jornais Folha de S. Paulo e O Globo e pelas revistas Cult e Quatro Cinco Um, entre outros.

Juliana Cunha

Professora da FGV-SP, resenhista de ficção do jornal O Globo e doutoranda em Teoria Literária e Literatura Comparada na USP. Formada em Letras e em História e mestre em Teoria Literária pela mesma universidade.

Aulas

AULA 1
Data: 01/06/2020
Horário: das 20h às 22h

____________________________________

AULA 2
Data: 08/06/2020
Horário: das 20h às 22h

____________________________________

AULA 3
Data: 15/06/2020
Horário: das 20h às 22h

____________________________________

AULA 4
Data: 22/05/2020
Horário: das 20h às 22h

____________________________________

AULA 5
Data: 29/06/2020
Horário: das 20h às 22h

_____________________________________